The 100: a distopia que deu (muito) certo

The 100 é uma série de ficção distópica, da The CW. Estreou em março de 2014, teve sua segunda temporada em outubro do mesmo ano, e a terceira foi lançada semana passada, dia 21. A série é exibida no Brasil pela MTV desde abril do ano passado, e sua primeira temporada está disponível na Netflix. O texto a seguir pode conter spoilers leves, a maioria com o intuito de explicar a trama.

the 100 banner

A série se passa 97 anos após um desastre nuclear durante uma presumida 3ª Guerra Mundial acabar com toda a vida na Terra (a época da devastação é um ano em torno de 2020 e 2040). Os únicos sobreviventes foram os enviados ao espaço antes do “fim do mundo”, em 12 estações espaciais (entre elas, uma do Brasil), as quais se uniram e formaram a Arca, colônia onde mais de 2000 herdeiros dos sobreviventes vivem sob liderança do Chanceler Jaha.

Com o passar do tempo, o sintetizador de oxigênio diminui sua capacidade, e a escassez de água e alimentos começam a se tornar preocupações reais, então o Conselho da Arca pune severamente qualquer crime, mesmo que seja apenas um desrespeito às autoridades ou o fato de ser o segundo filho de um relacionamento (somente um é permitido, devido aos recursos faltantes). A punição para os adultos é a ejeção ao espaço para uma morte certa, mas os menores ficam presos até que completem 18 e sofram o destino mortal dos adultos.

the 100

Mesmo com a medida tomada, os recursos chegam cada vez mais perto do fim, e é quando um projeto é posto em discussão, com a missão de enviar 100 jovens delinquentes à Terra para verificar se após tantos anos o planeta já está habitável. A proposta gera polêmica, dividindo opiniões no Conselho. Sob o argumento de que os jovens morreriam de qualquer forma e a missão é uma forma de salvação de toda a Arca, os 100 infratores são enviados e chegam a uma Terra deserta, onde enfrentam vários problemas para instituir uma colônia pacífica e garantir a sobrevivência.

As personagens principais são os enviados Clarke, que foi presa após tentar contar segredos do Conselho; Octavia, presa por ser a segunda filha; Bellamy, irmão de Octavia, que foi de intruso para proteger a irmã; Finn, outro infrator que desperta a atenção de Clarke; e Wells, melhor amigo de Clarke e filho do Chanceler. Na Arca, há Jaha, o Chanceler; Abigail (Abby), mãe de Clarke e membro do Conselho; e Marcus, também membro do Conselho.

the 100 livros

Acima, as capas dos dois primeiros livros, lançados aqui no Brasil.

A distopia é uma adaptação da trilogia de livros homônima escrita por Kass Morgan. Os livros The 100: Os Escolhidos e Dia 21 já foram lançados por aqui, mas o terceiro, Homecoming, ainda nem teve seu título em português divulgado. O enredo dos livros é um pouco diferente da série, tendo como ponto em comum a guerra nuclear, o isolamento espacial e o envio dos jovens à Terra. No livro não há só uma estação-colônia, mas três: Walden, Arcadia e Phoenix. As duas primeiras são extremamente pobres, Walden sendo a mais miserável; Phoenix é a nave central, a parte mais rica de toda a colônia, onde mora todo o Conselho.

Nos livros, há alguns personagens que não aparecem na série (e vice-versa). A principal é Glass, uma das quatro principais que, ao lado de Clarke, Wells e Bellamy narram a história da trilogia, um capítulo contado por cada. Glass é a única entre eles que permaneceu no espaço, e conta o que se passa por lá enquanto os outros três lutam para sobreviver na Terra.

The 100 é uma adaptação que deu muito certo. Mudaram a história do livro completamente, mas isso só deixou a série mais interessante, pois os elementos adicionados contribuíram para o enriquecimento visual e do enredo. Situações afligentes, reviravoltas mais afligentes ainda e atuações decentes fazem com que o interesse ao longo da série apenas aumente. Pouquíssimos são os episódios em que não ocorrem situações surpreendentes e cenas de ação consecutivas, e mesmo nos momentos mais parados há sempre tramas paralelas que não deixam o ritmo cessar.

Advertisements
The 100: a distopia que deu (muito) certo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s